10 respostas que você precisa saber já!

10/10/2010 09:26

Tenho vergonha do sexo? Vá para a cama sem roteiros predeterminados e sem medo de mostrar do que gosta. ''As pessoas que reclamam de insatisfação sexual geralmente estão presas à idéia de que precisam desempenhar um papel: o homem mostrar que é bom de cama e a mulher atender a todas as expectativas do homem'', diz Regina Navarro Lins, psicanalista e autora do livro A Cama na Varanda.

2. Transo pelas razões certas?
Bons motivos para transar: você quer se conectar, celebrar o amor e a vida, fazer as pazes depois de uma briga ou simplesmente dar vazão ao tesão. Maus motivos: evitar que uma briga aconteça, convencer o namorado a dormir na sua casa, medo de perder o parceiro. Mulheres que fazem sexo por razões erradas costumam sofrer de depressão pós-coito: tristeza, vazio, sensação de solidão.

3. Conheço meu clitóris?
Uma queixa comum é que os homens não sabem estimular o clitóris do jeito que elas gostam. Não adianta achar que o parceiro vai adivinhar o que lhe agrada. Descubra como gosta e ensine a ele. Até porque cada mulher sente prazer de uma forma diferente. A maioria nem tem orgasmos só com a penetração.

4. Eu aceito meu corpo?
Quem começa a encanar com as imperfeições durante a transa corre o risco de travar. Carla Cecarello, coordenadora do Ambulatório de Sexualidade (Ambsex) de São Paulo, garante que os homens nem ligam. Além do mais, eles têm tendência ao foco: Se olham os seios, não vêem a barriga. Ou vice-versa.

5. Devo deixá-lo conduzir no sexo?
Se estiver gostando sim. Mas se ele se preocupa só com o próprio prazer é hora de se impor e tentar se garantir.

6. Conheço os pontos que me deixam ligada?
Liste as cinco áreas do seu corpo que mais lhe dão prazer e pense na forma e intensidade com que prefere ser tocada. Se não conhece seu mapa sexual, como esperar isso do parceiro?

7. Quais são os meus limites?
Não é porque sua amiga faz as posições do Kama Sutra inteiro ou transa em lugares públicos que você tem de imitá-la. Laura Muller, educadora sexual, ensina que o limite vai até onde você se sente confortável.

8. Exijo o uso da camisinha?
É básico, mas não custa repetir. Ser feliz no sexo não combina com pegar doenças sexualmente transmissíveis.

9. O que meu rosto mostra?
Encare o espelho depois da transa. Você está reluzente ou franzindo a testa? Sua imagem lhe dirá se está diante da transa dos sonhos ou de um encontro que poderia dispensar.

10. Sou sincera com ele?
Diálogo e sinceridade são fundamentais para o sexo engrenado e bom.