Acessórios eróticos: como usar

04/10/2010 00:37

Não há mulher que não goste de um brinco, um cinto ou um enfeite de cabelo. Mas não é só esse tipo de acessório que faz a gente suspirar. O mercado erótico a cada dia tem uma novidade para animar as noites com o gato e aumentar o nosso prazer.

 

 

O psicólogo Oswaldo Rodrigues, do Instituto Paulista de Sexualidade, afirma que os cinco sentidos podem ser muito úteis para que o contato sexual seja prazeroso e validado enquanto uma atividade sexual. "Os acessórios sexuais são maneiras de estimularmos os sentidos, e sempre foi assim na espécie humana", explica o psicólogo, acrescentando que qualquer utilização de estimuladores será saudável até que não interfira na própria realização da atividade sexual. "Se algum acessório ou estímulo impedir ou desviar a atenção dos envolvidos, será considerado um problema", afirma ele.

 

Segundo o psicólogo, cada casal precisa dialogar sobre a maneira de usar um determinado acessório e como não depender dele sempre. "Algumas pessoas ao se 'acomodarem' a um acessório, estão fazendo mau uso dele, assim como uma pessoa que sente que sem determinado acessório não terá prazer", alerta ele.


Cuidados


Sobre os cuidados de higiene com os acessórios eróticos, o psicólogo ensina que, na maior parte das vezes, a limpeza pode ser feita apenas com água e sabão, lembrando que desinfetantes e água sanitária devem ficar bem longe, uma vez que podem causar queimaduras na mucosa genital. "Objetos para introdução vaginal ou anal que são usados por outros ou foram guardados sem limpeza devem ser usados com camisinha", ensina Oswaldo Rodrigues.


Quanto aos géis lubrificantes, Oswaldo lembra que é preciso se certificar de que eles têm um selo da ANVISA. "O registro garante que substâncias adicionais não afetam a mucosa genital. Normalmente os vendidos em farmácias são registrados e não trazem problemas", finaliza.