Medo, Acerto, Erro !!!

03/08/2010 16:17

 

 

 

O medo

 Apesar de denominarmos de medo um conjunto de sensações que freiam algum impulso, posso adiantar que são dois os tipos de medo. Um instintivo que está diretamente ligado ao seu senso de auto-preservação e é sentido na barriga. O frio na barriga.

O outro é emocional e está ligado a nossa fuga da dor. O medo emocional nos avisa que estamos repetindo uma seqüência de eventos que nosso inconsciente concluiu que irá gerar dor.

O medo é só um sinal de alerta, uma luz vermelha em um painel chamando a atenção. É comum as pessoas deixarem o medo ser algo tão potente que lhes imobiliza impedindo com que sigam suas vidas e tenham vivencias por puro medo.

O medo não é algo ruim, mas a paralisia perante o medo é que deve ser trabalhada. Uma boa métrica para descobrir se algo realmente é importante em sua vida é só medir o nível de medo que você está em tomar uma decisão.

Acerto e Erro.

Estar errado ou certo é uma opinião e não uma realidade. Para os mulçumanos é “certo” ter várias esposas desde que se tenham condições financeiras de mantê-las. Já para nossa cultura ocidental isso é “errado”.

Até mesmo as decisões que você tomar em sua vida não são certas ou erradas, são simplesmente decisões que foram tomadas de acordo com certo número de variáveis e que podem gerar o resultado espera ou não. Se aquilo que queria ainda não aconteceu sua decisão não foi necessariamente errada, você só não detinha todas as informações necessárias para concretizar seu desejo.

Se acostume com o erro e não permita que os erros sejam motivo para alimentar o medo de fazer algo. Não tenha medo de fazer aquilo que é gostoso.

Já percebeu como tudo na vida que você desconhece é difícil e como é fácil desempenhar uma ação que você já conhece? A probabilidade de você “acertar” quando sabe é muito grande e de “errar” quando não sabe. Erro e acerto estão conectados a saber ou desconhecer.

Ao invés de ficar se chicoteando ao pressupor que “errou” que tal entender o que é que você precisa aprender para “acertar”?

Ter medo de se machucar é salutar, não fazer por medo de se machucar é paralisante.